Dicamba: Bayer e Basf terão que pagar US$ 265 milhões a agricultor

Um produtor do estado norte-americano do Missouri, no Meio Oeste, deverá receber uma indenização de US$ 265 milhões, aproximadamente R$ 1,140 bilhão. Ele entrou na justiça cobrando os prejuízos de uma lavoura de pêssegos por aplicação do herbicida Dicamba em lavouras vizinhas. A denúncia dava conta de que as duas empresas estimulavam o uso do herbicida de forma irresponsável.

A decisão é do júri do tribunal federal de Cape Girardeau e acontece após de outro caso no qual a Bayer foi condenada por júri da Califórnia a pagar US$ 290 milhões a um jardineiro que tem um câncer incurável.

O Dicamba é um herbicida popular usado no pré-plantio que auxilia no combate a plantas daninhas de folhas largas, como a buva, caruru, corda-de-viola e picão-preto e a deriva ocorre por aplicações incorretas, não seguindo as orientações técnicas.

Em nota a Bayer afirma que o defensivo é inócuo para as plantações caso os agricultores sigam as instruções e pretende apelar contra a sentença o mais rápido possível. A Basf também anunciou que deseja “utilizar todos os meios legais à disposição” para contestar a decisão, afirmou um porta-voz da empresa.

Fonte: Agrolink
Texto e foto: Eliza Maliszewski