UFSM inaugura novo prédio do Laboratório de Análises de Resíduos de Pesticidas

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) inaugurou no dia 11 de novembro, o prédio 13D. As novas instalações abrigam o Laboratório de Análises de Resíduos de Pesticidas(LARP), do Centro de Ciências Naturais e Exatas, que desde 2001 atua na área de pesquisa e análise de pesticidas e agrotóxicos. A programação da cerimônia contou com o descerramento de placa e visita às novas instalações
Na ocasião, o professor Renato Zanella, Coordenador Geral do Laboratório de Análises de Resíduos de Pesticidas, resgatou a história do LARP e agradeceu a todos que, ao longo dos anos, contribuíram para o trabalho do laboratório, que é referência na formação de profissionais que atuam de forma extremamente qualificada, não apenas no Brasil. “O novo prédio possibilita com que o trabalho tenha continuidade, de forma cada vez mais adequada, dando retornos práticos para a comunidade. Formamos aqui profissionais qualificados que atuam de forma ativa no mercado de trabalho. Isso é extremamente gratificante”, destaca o Coordenador.
A professora Martha Bohrer Adaime, Coordenadora do LARP salientou que esse é um momento de emoção e também destacou a importância dos estudantes, docentes, técnico-administrativos em educação e da gestão da Universidade para que o trabalho aconteça. “O trabalho é natural e técnico, mas as pessoas que nos auxiliam nesse caminho e jornada são fundamentais e é assim que conseguimos tornar a universidade uma parceira da sociedade”, salientou Martha. O também Coordenador do LARP, professor Osmar Damian Prestes, lembrou que a universidade é baseada e feita para pessoas, nos mais variados setores e o LARP tem um papel fundamental nesse espaço, que é auxiliar na resolução de problemas do cotidiano.
Para Sônia Zanini Cechin, Diretora do Centro de Ciências Naturais e Exatas, é uma felicidade e orgulho para a instituição poder contar com o serviço de um laboratório tão qualificado e que presta serviços tão importantes à população. “Temos aqui um laboratório reconhecido nacional e internacionalmente na defesa da biodiversidade, na busca de solucionar e equacionar problemas que afetam diretamente a todos e que muitas vezes são de difícil solução. Só temos a agradecer”, afirma Sônia Cechin.
O reitor, Paulo Afonso Burmann, destacou a satisfação por fazer parte da inauguração de um laboratório de referência, em que se verifica, na prática, os três pilares da universidade: o ensino a pesquisa e a extensão. “O laboratório é fundamental na prestação de serviços mas, mais do que isso, é extremamente importante na formação de recursos humanos comprometidos com a ciência e a sociedade. Em tempos em que as universidades públicas, de forma injusta e inadequada, vêm sendo atacadas, nós continuamos firmes como Universidade comprometida com a formação acadêmica e o desenvolvimento social, humano e econômico do país”, finalizou Burmann.
Na cerimônia também estiveram presentes Fernando Turna, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado, professor Hugo Braibante, Secretário Regional da Sociedade Brasileira de Química, além de Diretores de Centro, Pró-reitores, docentes, servidores técnico-administrativos em educação e estudantes.
Após os discursos, Paulo Burmann, Luciano Schuch, Martha Adaime, Renato Zanella, Osmar Prestes e Sônia Cechin realizaram o descerramento da placa de inauguração. Encerrada a cerimônia, os presentes foram convidados para visitar o prédio. Mais informações sobre os serviços podem ser obtidos no site do LARP.

Fonte: assessoria de imprensa da UFSM
Texto: Mariana Henriques
Foto: Maria Tereza Tassinari